Fé, atitude, louvor e adoração.

Últimas

Imagem

“Avenida Brasil?”, não Somos de Inhaúma!

Imagem

Invasão Cultural

VC ESTÁ PRONTO PRA ENFRENTAR UMA INVASÃO?

Arão e Hur em minha vida

Deus tem feito coisas maravilhosas em nosso meio e dentro de nós. Estamos dentro de uma verdadeira guerra e diariamente travamos batalhas que por vezes penso ser derrotado. Tenho me sentido pequeno e sei que não posso lutar sozinho. As vezes sinto que estou lutando com os que são maiores do que eu. Mas hoje mesmo, em toda minha pequinês e insuficiencia, Deus falou comigo, me deu força e coragem para continuar – “Troco sua armadura hoje, disse Deus.”

Além disso, Ele também tem levantando pessoas para me encorajar… São verdadeiros companheiros que estão comigo juntos nessa batalha. Nossa! Como é importante ter gente do nosso lado, nos apoiando, intercedendo, levantando a mesma bandeira em prol de um único objetivo: Agradar o coração de Deus e consequentemente ganhar vidas para Ele.

Quando Moisés ficava com os braços levantados, os israelitas venciam. Porém, quando ele abaixava os braços, eram os amalequitas que venciam. (Exodo 17:11)

Quando os braços de Moisés ficaram cansados, Arão e Hur pegaram uma pedra e a puseram perto dele para que Moisés se sentasse. E os dois, um de cada lado, seguravam os braços de Moisés. Desse modo os seus braços ficaram levantados até o pôr-do-sol. (Exodo 17:12)

“Poderemos fazer uma pergunta: qual é o mais importante? Alguém diria: “é Moisés”. Sim, quando Moisés levantava as mãos, Israel prevalecia. Mas ninguém agüenta ficar muito tempo com as mãos levantadas e quando ele ia cansando e as mãos abaixando, Israel perdia. E se não erguessem as suas mãos? “Tem razão, então não é Moisés mas Arão e Hur, porque eles providenciaram um banquinho em forma de pedra, ele assentou-se e com um de cada lado segurando a sua mão e mantendo-a erguida, Moisés conseguiu ficar o dia inteiro com a sua mão erguida. Tem razão, não era tanto Moisés, mas Arão e Hur”. Sim, mas e se Josué e os guerreiros não dessem duro lá em baixo lutando? “Tem razão. Então Josué e os guerreiros”. Sim, Josué e os guerreiros estavam batalhando lá em baixo mas quando as mãos de Moises cansavam eles perdiam! Podemos ficar num círculo vicioso. O mais importante não é Moisés. O mais importante não são Arão e Hur e nem os guerreiros. Cada um tinha uma tarefa a cumprir. Cada um aceitou a sua responsabilidade. Cada um se desincumbiu eficientemente do que tinha que fazer. Eles compreenderam que o fracasso de um seria o fracasso de todos e que o acerto de um seria o acerto de todos. O que estava se desenrolando não era a causa de Moisés, não era o prestígio de Moisés como líder e nem a capacidade de Arão e Hur de socorrerem a Moisés. O que estava em jogo era a existência do povo, era a sua vitória.” (Fonte: http://www.sermão.com.br)

Já parou pra pensar que em sua vida você pode ter alguns “Araõs” e “Hurs”? Eu sou um privilegiado por tê-los bem próximos em tempos de paz e tempos de guerra. Agradeço a Deus e honrar: Michele Cout, Luiz Adilson, Léo Dias, Wesley Costa, Andrey Dalmasio, Marinalva Almeida e Romário Almeida. Esses são alguns dos apoiadores e ajudadores, são irmãos de verdade.

Nunca seremos fortes o suficientes para lutarmos sozinhos. Somos fracos, limitados, pequenos… Mas, nossas diferenças nos fazem completos quando juntos.

Graças a Deus por Arão e Hur.

Imagem

Barro #UMAPALAVRAMUDATUDO

Banda Centurião – TÁ NO SANGUE – Clipe oficial (HD)

Grandes Lições que o Centurião de Cafarnaum me Ensinou 2

2. Ele não era orgulhoso de sua posição social

Outra mazela da atualidade: pessoas que gostam de mostrar sua posição acima dos outros. É o caso clássico do “você sabe com quem está falando?” na prática, a famosa “carteirada”. Isso deveria ser um caso de vergonha nacional mas, infelizmente, é um indício de vício cultural. Um vício contaminante, por sinal. Nossa sociedade apresenta sinais claros de que está enferma, e esse é um desses evidentes sintomas. O centurião nos ensina, através de seu exemplo, a não deixar seu caráter ser contaminado com sua posição.

ELE te pedirá contas…

Alegra-te, jovem, na tua juventude, e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade; anda pelos caminhos que satisfazem ao teu coração e agradam aos teus olhos; sabe, porém, que de todas estas coisas Deus te pedirá contas. Eclesiastes 11:9

Sonho #UMAPALAVRAMUDATUDO

Galeria

Família Centurião nossa Força!

Uma homenagem a todos vcs que acreditam na gente, como dito desde de o início fomos lá não pela gente mas por cada um de vcs que dá o Sangue no FORÇA JOVEM! Nosso Maior prémio é ver essa galera reunida! Família Centurião vcs são feras!!!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Banda Centurião no Juventude Free

Neste sábado  dia 29 de Setembro de 2012, participamos do 1º Juventude Free O Duelo das Bandas. Que aconteceu na Catedral de Del Castilho 4242.
o Evento reuniu jovens da Força Jovem de todo Estado do Rio de Janeiro.


Fomos uma das 3 banda a se apresentar no evento. E tocamos “Se eu apenas te tocar” de Mariana Valadão.


O evento também contou com a participação de Marquinhos Gomes


Quem dirigiu o Evento foi o Pr. André Souza coordenador da Força Jovem Rio de Janeiro.

Confira as fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: